Os maiores clássicos alternativos do futebol brasileiro

(Foto: Tribuna Esportiva RS / Reprodução)

O futebol brasileiro é marcado por grandes embates que resultam em clássicos gigantescos a níveis estaduais e regionais. Quem nunca parou para assistir a um Gre-Nal, um Fla-Flu ou a um Choque-Rei? E quem nunca se empolgou com as torcidas de Remo e Paysandu ou Bahia e Vitória?

Além dos mais charmosos, outros clássicos mais “alternativos” também movimentam as cidades onde acontecem, tendo rivalidades que podem ser até maiores e mais acirradas que a dos clássicos que ouvimos falar sempre.

LEIA TAMBÉM: Luta e superação: o 2017 do Atlético Acreano

COME-FOGO

(Reprodução / Site Futebol Arte)

A cidade de Ribeirão Preto, interior de São Paulo, reserva um dos clássicos mais disputados que o futebol brasileiro possui. O Come-Fogo é disputado entre Comercial e Botafogo. A primeira partida entre os clubes, de acordo com livro do jornalista Igor Ramos, foi disputada em 1920. Até a atual data foram 170 jogos disputados e o Boafogo leva vantagem com 61 vitórias, 57 empates e 52 triunfos do Comercial.

CLÁSSICO DA MANCHESTER

(Reprodução / Blog Torcida Rubra)

Os três maiores clubes do Estado de Goiás são Vila Nova, Atlético/GO e o Goiás. Mas, no interior temos um clássico bem peculiar: Anápolis x Anapolina. O duelo entre as equipes de Anápolis é conhecido como Clássico da Manchester, pois a cidade é um centro comercial brasileiro, chegando a ter comparações com a cidade inglesa. De acordo com o site Futebol de Goyaz, foram 104 partidas entre as equipes. O Anapolina venceu 40, 37 vitórias do Anápolis e 27 empates.

COMERÁRIO

(Foto: Reprodução / Globoesporte.com)

O futebol de Mato Grosso do Sul também traz uma grande rivalidade, mas essa é pouquíssimo comentada a cenário nacional. Esporte Clube Comercial e Operário Futebol Clube protagonizam o Comerário. Já foram quase 200 clássicos disputados, com o Operário tendo maior vantagem no número de vitórias. O duelo ficou sem acontecer entre os anos de 2011 a 2015, pois o Operário, que vivia dificuldades financeiras, teve um período de inatividade profissional. Em 2016, Lobo Guará (Comercial) e Galo (Operário) voltaram a se enfrentar. Ambos times têm o estádio Pedro Pedrossian, o Morenão, como casa.

CA-JU

(Foto: Mauro Teixeira)

LEIA TAMBÉM: Estádios brasileiros de ‘raiz’ 

O interior do Rio Grande do Sul é palco de uma rivalidade gigantesca. Juventude e Caxias protagonizam o segundo maior clássico do estado e um dos maiores do futebol brasileiro. Duas torcidas apaixonadas, dois estádios que são verdadeiros caldeirões e, além disso, muito equilíbrio nas estatísticas: em 283 jogos, 95 vitórias do Caxias, 90 empates e 98 triunfos do Juventude. O primeiro clássico aconteceu em agosto de 1935, quando o Caxias, ainda sob o nome de Flamengo, venceu o Juventude por 3×1.

CLÁSSICO DOS MAIORAIS

(Foto: Reprodução / Zenaide Ferreira)

 O estado da Paraíba abriga um dos mais disputados e acirrados clássicos do futebol nordestina. Na cidade de Campina Grande, Campinense e Treze disputam o Clássico dos Maiorais, nomeação feita pelo narrador esportivo paraibano Joselito Lucena. Pode ser considerado o maior clássico do interior brasileiro, pois as equipes já decidiram 14 edições do campeonato estadual. Até hoje foram 402 jogos disputados, com 107 vitórias do Campinense, 159 empates e 136 triunfos do Treze. Um fato curioso é que em 2008, em enquete realizada pela revista Época, o clássico entre Campinense e Treze foi considerado o 9º maior do Brasil e o maior do Nordeste.


Quais outros clássicos alternativos do futebol brasileiro você acha que merece citação em um próximo texto? Deixe a resposta nos comentários!

Heider Mota

Baiano, 21 anos, estudante de jornalismo e amante dos esportes.

Twitter: @heiderzito

  • Licas

    Sério faz uma matéria dessa com esse tema, cita CaJu mais não cita BraPel?

  • Tiago A. Pacheco

    O clássico centenário da maior cidade do interior do Rio Goytacaz x Americano em Campos-RJ

  • Breno Lobato

    URT x Mamoré – Patos de Minas (MG)
    Nacional FC x Uberaba – Uberaba (MG)
    Ipatinga x Social (Coronel Fabriciano) – Clássico do Vale do Aço (MG)
    Gama x Brasiliense – DF
    Maranhão x Moto Clube (conhecido como MareMoto) – São Luís (MA)

%d blogueiros gostam disto: