Seleção Brasileira – Convocação é museu de grandes novidades

(Foto: Divulgação/CBF)

A primeira lista de Tite após o final das eliminatórias para a Copa do Mundo estava cercada de expectativas. O treinador convocaria muitas caras novas para os amistosos contra Japão e Inglaterra? Experimentaria outros jogadores que não foram muito testados? Pouparia jogadores titulares e tentaria outros atletas? Tudo isso foi respondido hoje pela manhã, com a lista de 25 atletas para as duas próximas partidas. Entretanto, apesar de Tite ressaltar que o número maior de jogadores veio justamente para poder realizar testes, a verdade é que os nomes chamados representam um “museu de grandes novidades”, como diria Cazuza.

O primeiro dado que contesta a característica de teste: NENHUM dos nomes é novo nas listas de Tite. Ou seja, todos os jogadores já foram testados de alguma forma durante a passagem de pouco mais de um ano do treinador. Tite resolveu testar jogadores que já passaram pelo seu comando durante o período da seleção, casos como Diego, Diego Souza, Taison ou Cássio, para ficar nesses exemplos. Temos outros jogadores que, num momento de quase um ano antes da Copa, estão em ascensão e poderiam fazer parte das observações de Adenor. Richarlison, Talisca, Vanderlei, Jorginho, Alan…

O fato é que as novidades de Tite para esse período de trabalho são velhas. Jogadores que já sabemos o que podem dar com a camisa da seleção. O grupo dos “testados” estão lá muito mais por uma questão de crença do treinador do que propriamente futebol apresentado. Não que o técnico tenha que deixar as suas convicções de lado, mas não considerar a verdade da bola me parece um equívoco bastante questionável com pouco menos de 8 meses para um início da maior competição de futebol do mundo.

Todo treinador tem as suas convicções, seu modo de enxergar o futebol. Numa seleção, o período curto de trabalho realmente atrapalha a observação de jogadores. O ponto é que numa seleção, não pode existir preferências APENAS por confiança, conhecimento, relação antiga de trabalho. Isso é importante, mas o fundamental é a bola que está sendo jogada pelos atletas. E nesse quesito, ao meu ver, Tite vem errando feio. Num simples exercício de imaginação: se as últimas convocações fossem feitas por Dunga, o quanto a mais ele estaria sendo questionado pela imprensa nacional?

De positivo na convocação, gostei dos retornos de Douglas Costa e de Alex Sandro. O primeiro aos poucos vem recuperando o seu bom futebol na Juventus. Se mantiver uma boa sequência e se afastar das lesões da última temporada, tem tudo para ser um dos 23 que vai para a Rússia em 2018. Já o lateral-esquerdo foi bem nos dois últimos jogos do Brasil e mostrou que pode brigar pela vaga de reserva de Marcelo Com Filipe Luís. Briga boa na lateral-esquerda, apesar de pessoalmente acreditar que Filipe Luís deve ir para a sua primeira Copa do Mundo.

Tite vem fazendo um trabalho espetacular sobre o comando da seleção. Taticamente, o time está encaixado, sabe o que fazer em campo, tem alternativas dentro do esquema. Talvez pudesse ter alternativas para esquemas diferentes, mas sem um longo período de tempo para implementação fica mais complicado. Entretanto, esse fechamento com um grupo de mais ou menos 35 atletas preocupa. Não pelos ditos titulares e alguns reservas, mas pelas vagas que, supostamente, ainda estão em aberto. A disputa por elas poderia ser mais aberta. Que não haja a repetição do que houve em 2010…

Confira os 25 nomes

Goleiros: Alisson (Roma), Ederson (Manchester City) e Cassio (Corinthians);

Defensores: Alex Sandro (Juventus), Daniel Alves (PSG), Danilo (City), Jemerson (Monaco), Marcelo (Real Madrid), Marquinhos (PSG), Miranda (Inter de Milão) e Thiago Silva (PSG);

Meio-campistas: Casemiro (Real Madrid), Diego (Flamengo), Fernandinho (Manchester City), Giuliano (Fenerbahçe), Paulinho (Barcelona), Philippe Coutinho (Liverpool), Renato Augusto (Beijing Guoan) e Willian (Chelsea);

Atacantes: Diego Souza (Sport), Douglas Costa (Juventus), Roberto Firmino (Liverpool), Gabriel Jesus (Manchester City), Neymar (PSG) e

 

%d blogueiros gostam disto: