Turnover – O grande desafio do Patriots nessa temporada: a defesa

(Foto: USA Today)

Como de costume, todo início de temporada para a defesa do New England Patriots é uma lástima. A facilidade com que os adversários ganham jardas em cima dessas falhas é bem alta. Um fator a ser discutido é a grande dificuldade do front seven ao pressionar os quarterbacks das outras equipes, visto que, a má execução facilita o desenvolvimento das jogadas longas acontecerem. Esse problema não vem de hoje, só que nesta temporada, se agravou. Para piorar, mesmo o bom desempenho do ataque não vem sendo suficiente para deixar as equipes com as vitórias.

Em 4 semanas, a secundaria dos Patriots pode ser definida como desastrosa, sem nenhum exagero. Gilmore e McCourty novamente devido a falta de comunicação gerou um TD ao Panthers. Especialmente na 4ª semana, contra o Panthers, Cam Newton fez o que quis. O pior, sem sequer sofrer algum tipo de pressão, conseguindo resolver até com as pernas em algumas das vezes, tendo uma tranquilidade absurda no pocket, diferente da semana passada, quando havia sido derrotado e amassado pela defesa questionável dos Saints.

A lesão do linebacker Dont’a Hightower também foi um fator para a piora do sistema defensivo. Nem tudo está tão ruim nos ares de New England, o LB já retornou pela primeira vez ao campo desde sua lesão no joelho. Entretanto, mesmo com o seu retorno aos gramados, a equipe mais uma vez sofreu 30 pontos em um jogo, marca negativa em 3 das primeiras quatro partidas dos Patriots na temporada.

Nem mesmo as ótimas atuações de Tom Brady (32/45, 307 jardas, 2 TDs na última semana x Panthers) vem sendo suficiente para carregar os Patriots as vitórias. Mesmo com a lesão de Julian Edelman, Brady vem conseguindo conseguir o ataque de forma magistral e tem tido atuações dignas de um MVP. Entretanto, o time ainda não engrenou e está 2-2 na temporada até então. O Buffalo Bills, surpreendentemente, lidera a divisão com 3 vitórias e uma derrota, e começa a acreditar que pode ser possível superar os Patriots na divisão, principalmente se conseguir manter o nível defensivo apresentado neste início de temporada.

Esse problema precisa ser solucionado rapidamente por Bill Belichick, Matt Patricia e o restante dos treinadores da defesa. Ainda assim, fica clara a ausência de talento no front seven dos Patriots. Com a falta de talento para pressionar o QB, a secundária fica mais exposta e acaba cedendo big plays. O CB Stephen Gilmore, que chegou na inter temporada, vem sendo um dos mais criticados por não conseguir justificar o contrato gigantesco recebido. Se os Pats não conseguirem encontrar um equilíbrio defensivo, Brady e o ataque terão que produzir milagres para levar a equipe rumo as vitórias nessa temporada.

Matheus Guedes

17 anos, apaixonado por futebol e torcedor do Santos Futebol Clube. Sempre ligado na NBA, fã do Oklahoma City Thunder. Por fim, amante do tênis, torcedor do britânico Andy Murray. No twitter @maatiiee

%d blogueiros gostam disto: