VIBRANTE E FORTE #3 – Deixa o menino jogar

Por: Rafael Alves (@rafaelfec_)

Não há maneira melhor que iniciar um texto com um trecho de uma canção que gostamos. Esta retrata o momento atual do nosso clube, se encaixando perfeitamente nesse clima de decisão. Quer ver? Venha comigo.

“O valor de um amor não se pode comprar. Onde estará a fonte que esconde a vida? Raio de sol nascente brotando a semente…” – De fato, o sentimento da primeira frase é algo que nos move para essa decisão. Após 8 anos, subimos, e podemos, de brinde, conquistar o título. Seria um prêmio para esses anos de fidelidade. Além do mais, a pergunta da estrofe foi a mesma que fizemos no período de Série C. Depois de tanto tempo, as coisas voltaram a brilhar para o nosso lado.

“Os anos passam sem parar e não vemos uma solução. Só vemos promessas de um futuro que não passam de ilusão…” – Por muito tempo pensamos nisso. Pensávamos como a música retrata. Sem diferença alguma. Críticas, desilusões… Mas nunca deixamos de acreditar. Se o castigo teve fim, por que não podemos confiar no título? Sim, nós temos que pensar na conquista. Estamos aqui para isso! Não chegamos na decisão “de paraquedas”.

“E a esperança do povo vem da humildade de seus corações, que jogam suas vidas e seu destino nas garras de famintos leões…” – Mensagem para a equipe. Vocês foram criticados e chegaram até aqui. Diante de toda desconfiança, vocês conseguiram o objetivo principal. Agora, nós confiamos em vocês para mais um passo. O Fortaleza pode chegar ao primeiro título nacional de sua história, e vocês podem se tornar eternos ídolos, em caso de conquista. Estamos com vocês!

“Deixa o menino jogar, ô iaiá…” – Deixa o Marcelo Boeck fazer aquela grande defesa, o Bruno Melo ter seu poder de decisão, o Leandro Lima partir pra cima do adversário, o Adalberto mostrar segurança e o Hiago fazer uma jogada. Assim, juntos, chegaremos ao título.

Bora, Leão!

%d blogueiros gostam disto: