O Grêmio merece ser campeão da Libertadores?

(Foto: Divulgação/Grêmio)

Merecimento, no dicionário, é aquilo que torna alguém ou algo digno ou passível de receber prêmio ou castigo, aquilo que empresta valor a algo; aquilo que há de bom, vantajoso, admirável ou recomendável em alguém ou algo; importância, preço, valor. Merecimento é uma palavra que abre alguns leques no futebol.

Vários fatores transformam um time comum em um campeão. O Grêmio que chega à final da maior competição de clubes da América do Sul passou por todos os fatores possíveis, criou “casca” após várias eliminações, ganhou um título menor anteriormente, tem um treinador com a total confiança da torcida e um elenco bem fechado e construído a anos.

Preparado. O Grêmio está preparado para conquistar a América, isso é indiscutível. Então, partindo desse ponto, o tricolor gaúcho é uma equipe que merece esse título, né? Bom, o Grêmio foi o time que mais encantou o Brasil em 2017 com um futebol de troca de passes rápidas e defesa imponente, para muitos seria o campeão brasileiro se tivesse jogando com o time titular durante toda a competição.

No futebol o time merece. Seriam os adversários na atual Libertadores o principal fator para negativar o título tricolor? Na primeira fase foram Zamora, Guarani-PAR e Deportes Iquique, nada demais,três times fracos e o Grêmio não fez mais que a obrigação. No mata-mata aparecceram Godoy Cruz, pequeno clube da Argentina, que não trouxe grandes dificuldades, e Botafogo, o melhor time enfrentado e que também foi o mais complicado de classificar.

(Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

Nas semifinais veio o Barcelona-EQU, goleada e imponência fora de casa com direito a defesa do século de Marcelo Grohe. Na volta, administração e derrota sem grandes problemas. Agora na final aparece o Lanus, time pouco tradicional na Argentina, mas que cresce exponencialmente nos últimos anos e irá disputar sua primeira final. Mesmo pouco conhecido, tem um ataque forte com destaque para Sand e Acosta, e uma defesa encaixada que falha poucas vezes. Apesar disso, o Grêmio é muito favorito.

Confira também: QUEREMOS A COPA #23 – O caminho para o Tri

É difícil falar em merecimento no futebol, mas em 2017 ninguém na América do Sul jogou melhor que o Grêmio de Renato Gaúcho, Luan e Arthur. Os adversários enfrentados até o momento na Libertadores foram abaixo do esperado para o tamanho da competição e o finalista não passa tanta pressão, contudo o Grêmio não tem nada a ver com isso.

Não passou por River Plate, Boca Jrs, São Paulo ou qualquer clube tradicional e gigante da América do Sul, porém o título ir para a Arena do Grêmio seria merecidíssimo. Merecido para o torcedor, merecido para o clube, merecido para o Renato, merecido para esse elenco que encantou o Brasil.

Twitter: @oOutroLeo

Leonardo Pereira

Estudante de jornalismo e criador de teses sem noção nos momentos vagos. Twitter: @oOutroLeo

%d blogueiros gostam disto: