QUEREMOS A COPA #23 – O caminho para o Tri

Crédito foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Pela primeira vez nesta edição de Libertadores, o Grêmio decidirá a classificação, nesse caso o título, fora de casa. E é aí que mora o problema. Não que o Tricolor seja um mau mandante ou que não saiba jogar fora de casa. A dificuldade está no estilo do adversário, que deverá montar uma retranca na Arena e depois matar o confronto na sua casa.
Como sabemos, times argentinos normalmente abdicam de jogar fora de casa, fazem cera e tentam a todo custa desestabilizar emocionalmente o time adversário. O Grêmio, por sua vez, é um time experiente e não será envolvido facilmente pela equipe do Lanús. No primeiro jogo, o Grêmio precisa conquistar uma vantagem, de preferência de dois gols, para chegar “tranquilo” para o jogo da volta.
Na minha opinião, o jogo mais difícil será na Arena. O Tricolor precisará ter paciência e ser extremamente letal, como já foi em outras ocasiões. Entretanto, esse time do Lanús não chegou por acaso à final e possui méritos sim, podendo até surpreender em Porto Alegre e partir para o ataque, o que seria favorável ao Grêmio.
O ponto fraco do time gaúcho é quando essas equipes fechadas e que jogam atrás da linha da bola. Quando enfrenta um time de igual para igual, o Grêmio dificilmente perde, como foi durante o ano de 2017.
Penso que, a decisão mesmo será em Porto Alegre. Ou o Grêmio vence aqui e encaminha praticamente o título, ou se complica aqui e praticamente dá adeus ao Tricampeonato. O título, se vier, será muito bem encaminhado em Porto Alegre. Confio no Grêmio na Argentina, o que me deixa preocupado é o jogo de ida, é na vantagem obrigatória que o time precisará alcançar. QUEREMOS A COPA ! QUEREMOS O TRI !

Craque do time, Luan pode fechar o ano sendo o melhor jogador da América do Sul. Crédito foto: Lucas Uebel/ Grêmio FBPA

 

%d blogueiros gostam disto: