Futsal Express: temos um campeão inédito na LNF

(Foto: divulgação/Notisul)

Após duas partidas emocionantes nos últimos domingos, temos um campeão inédito na Liga Nacional de Futsal. O Joinville, com a experiência aliada a juventude, conseguiu bater a Assoeva e conquistar o título tão almejado após anos batendo na trave.

A primeira partida em Venâncio Aires, terminou empatada por 1×1. Por ter melhor campanha na primeira fase da competição, O Joinville tinha a vantagem do empate, mas apenas na prorrogação da segunda partida, que consequentemente lhe daria a ‘vitória’ no confronto.

Pois bem. Indo à partida do último domingo, posso afirmar que foi uma das melhores que já assisti. As duas equipes montaram estratégias para tentar furar o bloqueio adversário, mas sempre com cautela, já que se tratava de uma final. Um ponto que chamou a atenção foi a ousadia do técnico Fernando Malafaia, da Assoeva, que, desde o primeiro tempo, já utilizava o goleiro-linha, utilizando o ala Sacon na posição. A estratégia deu muito certo! Os dois gols da equipe saíram em jogadas como essa, em que o time avançava em busca de brechas que a marcação do JEC deixasse. Valdin, craque da LNF por votação popular, e um dos artilheiros da competição, foi quem balançou a rede para o time gaúcho.

Já do lado do Joinville, Jackson ‘samurai’, dono de uma canhota potente, foi o grande protagonista do título do JEC. Outro destaque a ser chamada muita atenção, deve-se ao goleiro Willian, autor de defesas espetaculares na partida. O fator casa fez com que o JEC pudesse ser empurrado pelo seu torcedor, quando a equipe, no início do jogo, ficou atrás do placar, tendo que buscar o empate. A partida, no tempo normal, terminou em 2×2.

Na prorrogação, os goleiros Willian e Deko fizeram belas defesas. Melhor para o defensor do Joinville, que tinha a vantagem do empate e foi um dos heróis da conquista. A Assoeva ainda tentou o tudo ou nada com goleiro-linha, mas a defesa do Joinville não deu chances aos rivais. Até que Samurai explodiu de vez a torcida local no fim da prorrogação: 1 a 0.

Rafik Oliveira

Amante de várias modalidades esportivas, trago à tona diversos temas que abordam o cenário nacional, sempre com uma visão diferenciada para cada esporte.

%d blogueiros gostam disto: