CLUBE DA FÉ #110 – Expectativas 2018

(Foto SPFCMais.com)

Depois de mais um ano vivendo entre o desespero e o limbo nas competições que disputamos, iniciamos uma nova era de esperanças em um futuro melhor para o nosso São Paulo. Entre desejos e realidades possíveis, elencarei aqui algumas das expectativas que tenho para esse ano do nosso querido Tricolor Paulista.

Que terminemos e o ano com o mesmo técnico que iniciamos
Não que eu seja um fã incondicional do trabalho de Dorival Jr. Na verdade, tenho muitas dúvidas sobre sua leitura de jogo na hora de fazer as substituições. Mas ainda acho que pode ser um técnico capaz de usar melhor a base e reconduzir o São Paulo a momentos melhores e menos dramáticos na temporada. Ter um técnico do início ao fim da temporada demonstra também estabilidade no comando do futebol que são vitais para resultados melhores nas competições.

Que possamos saborear melhor a base
Final de 2016 tínhamos um David Neres voando. Foi vendido antes da temporada iniciar. Luiz Araújo começou bem 2017 e não chegou a metade da temporada, vendido também. Agora temos Shaylon, Éder Militão e Brenner buscando afirmação e regularidade de jogos e os três já mostraram bons momentos, tanto na base quanto no time principal. Quem sabe esse ano eles estouram de vez e podemos ver durante a temporada inteira eles sendo bem aproveitados e, porque não, decisivos em diversos jogos?

Que voltemos a ser protagonistas
Manter a base do ano passado, mesmo que não tenha sido um grande ano, é fundamental para que possamos voltar a disputar os campeonatos sempre na parte de cima da tabela. Pode até ser que os títulos que ansiamos ainda não venham, mas é primordial que briguemos de igual para igual com todos e possamos ser presença constante entre os candidatos as conquistas.

Que Leco não queime outros ídolos
Raí assumiu a direção de futebol e terá como seu parceiro Ricardo Rocha. Duas personalidades de extrema importância na história do São Paulo, com muitos títulos no currículo. Tomara que não sejam utilizados apenas como escudo do nosso presidente, que precisa muito de anos melhores no futebol para refazer sua imagem perante a maior parte da torcida.

Que possamos vencer nos domínios dos rivais
Desde a re-inauguração do estádio do Palmeiras e do estádio do Corinthians, o São Paulo permance como único dos quatro grandes do estado que nunca venceu como visitante nas novas arenas. E lá se vão quatro anos que esses estádios estão de pé. Inaceitável um desempenho tão pífio e com algumas goleadas vergonhosas nesse período. Precisamos de vitórias como visitantes já nesse ano contra esses adversários.

Marcelo Tadeu Parpinelli

Um cara que gosta de opinar sobre tudo, principalmente daquilo que não conhece e não entende. Aspirante a filósofo nas horas vagas.

%d blogueiros gostam disto: