Turnover – Rodada Wildcard com cara de playoffs

Os playoffs começaram de forma arrasadora. Ao contrário do ano passado, onde os playoffs foram recheados de jogos resolvidos de forma rápida, sem muita emoção, a rodada de WildCard reservou quatro jogos muito bons, todos muito disputados até o final das partidas. Grandes duelos ofensivos, defensivos, reviravoltas espetaculares, enfim, tudo o que o futebol americano carrega de emoção para os seus fãs. Estava tudo lá, nos jogos do último fim de semana.

A coluna Turnover resolveu trazer os quatro principais destaques, sendo um de cada partida, que lembram o porque nós amamos o futebol americano, a NFL e os jogos de playoffs. Não irei fazer análises técnicas ou táticas, porque, sinceramente, prefiro deixar esse tipo de coisa para as prévias (que sairão na sexta-feira). Mas vamos aos destaques!

No primeiro jogo da rodada, os Titans venceram os Chiefs por 22-21, numa das viradas mais impressionantes da história dos playoffs. Muito dessa reviravolta se deve ao QB dos Titans Marcus Mariota, que fez um pouco de tudo, principalmente na segunda etapa, quando os Chiefs venciam por 21-3. Ele passou, correu com a bola, recebeu um passe dele mesmo (sim, ele recebeu um passe lançado por ele) e ainda fez um bloqueio crucial para uma corrida de Derrick Henry que selou a vitória.

No segundo jogo do sábado, Rams e Falcons fizeram um duelo que, ao meu ver, pode ser uma amostra do que poderá acontecer nos jogos de divisão do próximo final de semana. O duelo entre um QB experiente na pós-temporada (Matt Ryan) e um estreante nesse cenário (Jared Goff) acabou sendo decidida pela maior experiência do primeiro em conduzir campanhas cruciais que deram a vitória para os Falcons. Outro jogador crucial foi Julio Jones, que teve jogo decisivo em Los Angeles e recebeu o TD da vitória dos Falcons, 26-13. Olho nele nessa pós-temporada.

A rodada de domingo começou com um duelo de equipes inesperadas nos playoffs. Jaguars e Bills se encontraram num duelo que foi marcado por uma grande batalha defensiva. No final das contas, a equipe que venceu aproveitou o fator casa e um vacilo do adversário para vencer: 10-3 para os Jaguars. Mas apesar de ser um pouco frustrante a partida com poucos pontos, este jogo será lembrado pela grande batalha entre duas defesas que devem crescer ainda mais na próxima temporada.

O último jogo da rodada de WildCard também foi o melhor. Saints e Panthers disputaram uma grande partida no Superdome, onde o duelo ofensivo prevaleceu. Os grandes destaques foram os dois QBs: Drew Brees e Cam Newton. Brees fez uma primeira etapa espetacular, mesmo sem um grande apoio do seu jogo corrido na partida. Cam Newton mostrou no segundo tempo o porque foi MVP de 2015 e quase conduziu a sua equipe a uma virada espetacular fora de casa. No final, prevaleceu o melhor time da NFC sul, 31-26.

 

%d blogueiros gostam disto: