VIVO ESSA PAIXÃO #14 – Feliz 2018 e que dê tudo certo!

O ciclo finalmente chegou ao fim. O Botafogo está renovado e se aprontando para 2018.

Depois do final turbulento em 2017, nosso glorioso respira novos(velhos) ares com Anderson Barros na gerência de futebol e a nova aposta em Felipe Tigrão na comissão técnica. O primeiro se mostra realmente mais atualizado e, digamos, “safo” no mercado. Acredito que fará um trabalho melhor, embora muitos ainda o olhem com ressalvas por conta da última passagem. Felipe é uma incógnita, mas terá apoio num primeiro momento devido a última aposta(Jair) ter dado “””certo”””, além da promessa de um jogo com mais posse de bola e velocidade. O jovem técnico costumava variar os esquemas nas divisões de base e parece ter preferência em um 4-3-3, com boa movimentação.

O desequilíbrio na montagem do elenco sempre foi marca das administrações alvinegras. Quando tem ataque, falta defesa. Quando tem laterais, faltam volantes. Quando tem tudo, não tem goleiro. Porém dessa vez, com as recentes contratações de Luiz Fernando e Leandro Carvalho, a eminente vinda de Ronny e o surgimento de Ezequiel, o clube consegue corrigir a parte falha do elenco no ano passado sem perder muito em outras posições. Na minha opinião ainda poderíamos contar com pelo menos um jogador mais qualificado em cada lateral, além de um primeiro volante mais seguro e, claro, um atacante matador.

Apenas um esboço do time com reservas:

Jefferson (Gatito); Arnaldo (L. Ricardo), Carli (Helerson), Rabello (Marcelo) e Contratação (Gilson); Contratação (Matheus Fernandes), João Paulo (Lindoso, Bochecha) e Léo Valência (Leandrinho); Ronny (Leandro Carvalho), Luis Fernando (Ezequiel) e Contratação (Brenner).

O grande desejo de todos está sendo providenciado pela diretoria. Apesar da possibilidade de Brenner iniciar a temporada como titular, a expectativa é que alguém chegue com mais cancha para assumir a missão de balançar as redes. Muitos nomes foram ventilados até o momento, uns agradam e outros nem tanto. Torço pra que venha um jogador com maior movimentação e fico feliz da torcida em geral estar entendendo melhor essas questões mais específicas, aprendendo com o ano passado, por exemplo, e fazendo uma saudável pressão por um Botafogo melhor dentro de campo. Fora dele a coisa é bem complicada, infelizmente.

Vamos ter paciência com os garotos e os contratados, que também são meninos. Pode ser que qualifiquemos mais o elenco após o estadual, aproveitando alguns destaques e saindo um pouco dessa loucura financeira que é o mercado nessa época. Não temos urgência grande, visto que não quiseram colocar o Botafogo na Libertadores desse ano. Sim, NÃO QUISERAM.

Enfim… vida que segue!

Vamos aguardar, apoiar e participar de forma inteligente desse novo Botafogo.  Nós aqui no cantinho do torcedor desejamos um feliz 2018 pra todos os alvinegros e esperamos ter grandes alegrias esse ano!

Fé na estrela!

%d blogueiros gostam disto: