Até onde pode ir o Chelsea nessa temporada?

Foto: Getty Images

O Chelsea Football Club traz uma polêmica simplesmente por existir: é time grande ou não é? Eu, como torcedor de rival, vou me abster de emitir opinião. Mas uma coisa certa é que o time de Londres nos últimos 20 anos suplantou os rivais de cidade (Arsenal e Tottenham) e conquistou nada mais nada menos que cinco títulos ingleses (2004/05, 2005/06, 2009/10, 2014/15, 2016/17), uma Champions League (2011/12) e uma Europa League (2012/13), além de inúmeras copinhas inglesas que fizeram o time sair do patamar de pequeno para um dos maiores conquistadores de glórias do futebol inglês.

Após a compra do time pelo bilionário russo Roman Abramovich em 2003, o time sempre esteve “nas cabeças” e disputa títulos nacionais e internacionais quase todo ano recuperando com dinheiro, bom planejamento e investimento, a tradição que não possuía no meio futebolístico inglês e mundial. Na era Abramovich, o time teve passagens vitoriosas de grandes técnicos como Mourinho, Ancelotti, Di Matteo, mas também se tornou um pouco mais “latino” com esses, demitindo todos aqueles que tiveram fases ruins com rendimento abaixo do esperado e não esperando por muitas vezes nem acabar a temporada. Atípico para os padrões europeus.

LEIA TAMBÉM: Mas e o Liverpool sem Coutinho?

O time do Chelsea teve muitos altos e baixos e agora novamente está passando por uma crise com um de seus treinadores. Antonio Conte doutrinou a Premier League no ano passado. Com 93 pontos e apenas cinco derrotas, após um começo lento, os Blues foram campeões da Premier League sobre o comando do italiano tiveram apenas 5 derrotas nas 38 rodadas. Porém, nessa temporada o time já soma seis derrotas e ainda estamos na 26ª rodada do Inglesão. O time ocupa a quarta colocação e se encontra a 19 pontos de distância do líder City. Nas últimas cinco rodadas, apenas uma vitória, dois empates e derrotas para Bournemouth em casa (0 x 3) e Watford fora (1 x 4). Sim, você leu corretamente os resultados.

Antonio Conte vem sendo bastante criticado pela torcida, pela mídia e segundo especulações, a relação não é boa nem com o dono do time. Já mandou embora Diego Costa e trouxe Morata. Trocou Coca-Cola por Tubaína e por isso, o time não consegue fazer tantos gols quanto na temporada passada. O reserva Batshuayi foi emprestado ao Borussia e com isso recebeu mais críticas ainda pelas escolhas ruins. As perguntas principais nesse momento são: será que Conte será o treinador na próxima temporada e o que podemos esperar do Chelsea no resto da temporada?

A resposta da primeira é uma incógnita. Abramovich é conhecido por seu jeito explosivo e quando os resultados não são os esperados, a demissão, em geral, é uma resposta somado ao caminhão de dinheiro gasto com reforços e com novos técnicos para a próxima temporada. As especulações dizem que Simeone é o próximo alvo. Conte que trate de ajeitar o time de novo ou provavelmente ficará sem emprego.

Eles estão vindo por ai, como parar? (Foto: Getty Images)

A resposta da segunda é fácil: com o futebol atual vai arrumar absolutamente nada. Eliminado nas semis da Copa da Liga pro Arsenal, em quarto na Premier League e muito distante do líder. No entanto, classificado na FA Cup onde enfrenta o Hull City na próxima e na Champions League onde enfrenta o Barcelona. Apenas a FA Cup apresenta chances reais de título nessa temporada porque o Barcelona é amplo favorito pro confronto da UCL. Apesar da “crise” do momento, o Chelsea tem um excelente treinador e um excelente elenco para sair do buraco. Será que essa temporada vai ser mais um “baixo” do sobe e desce dos Blues? Só o tempo, Conte e o elenco vão dizer.

Lucas Farias

Carioca, 25 anos, nem um pouco jornalista, mas apaixonado por esportes, principalmente futebol. Flamengo, Tottenham, Miami Heat e New Orleans Saints.

%d blogueiros gostam disto: