Favoritismo não entra em campo!

(Imagem: Divugação / SporTV)

A Copa do Brasil e sua premiação para cada fase avançada são motivos de “sobrevivência” para os clubes de pequeno porte do país. Sabendo disso, as equipes que jogam em casa, e que possuem enorme desvantagem em relação aos times visitantes – melhores colocados no ranking da CBF – vão com toda força em busca de uma classificação histórica contra equipes conhecidas do cenário nacional.

LEIA TAMBÉM: A magia das copas está no ar!

Nos primeiros confrontos da primeira fase do torneio já vimos algumas “zebras”, cujas quais iremos tratar agora:

Aparecidense 2×1 Botafogo

Tido como o maior vexame da primeira fase, a eliminação do Botafogo para uma equipe que disputa apenas a quarta divisão nacional deu claros indícios de que há problemas no futebol do clube. Muitos torcedores já criticavam o trabalho mediano do técnico Felipe Conceição, que até então não havia conseguido resultados satisfatórios comandando o Fogão. A partida da última terça (6), deixou ainda mais clara a indignação de quem acompanha a equipe. Com um esquema formado por três zagueiros na linha defensiva, o Botafogo encontrava muita dificuldade para sair jogando contra a Aparecidense. Houve também muitas reclamações sobre o gramado. Acanhado e com imperfeições em vários locais do campo, ficava difícil se ver um futebol vistoso, tendo que apelar para as bolas aéreas.

Sobre a partida, o Botafogo até saiu na frente com gol de Rodrigo Pimpão. Mas no segundo tempo, a equipe da casa foi pra cima, conseguindo o empate com gol do veterano Nonato, de 38 anos, e virando o jogo para 2×1 com gol de Gustavo Ramos, decretando a classificação da Aparecidense, e a eliminação do clube carioca.

Altos/PI 2×1 Atlético Goianiense

Vivendo um momento difícil, sendo rebaixado para a Série B no ano passado e na zona da degola no campeonato estadual, o Dragão também foi eliminado da Copa do Brasil. Enfrentando a equipe piauiense do Altos – que vem crescendo nos últimos anos -, o Atlético até que tentou, empatando o jogo quando perdia por 1×0. Mas aos 26 da etapa final, Joelson marcou e classificou o Altos para a segunda fase do torneio nacional.

Fluminense de Feira 2×0 Santa Cruz

O Fluminense de Feira foi mais um que fez valer o seu mando de campo. Enfrentando um Santa Cruz cheio de problemas e rebaixado para a série C, o Flu, que conta no seu elenco jogadores conhecidos como Deola – ex-goleiro do Palmeiras -, não teve dificuldades para eliminar o clube pernambucano. Com gols de Maranhão e Levi, o Tricolor de Feira se classificou à segunda fase, e agora enfrenta o Náutico.

Além das eliminações consideradas precoces, ainda tivemos outras equipes que quase foram eliminadas, se salvando apenas com o empate, como foram os casos do Atlético Mineiro, Internacional e Coritiba.

Rafik Oliveira

Amante de várias modalidades esportivas, trago à tona diversos temas que abordam o cenário nacional, sempre com uma visão diferenciada para cada esporte.

%d blogueiros gostam disto: