GERAL DA MACACA #22 – Acredito é na rapaziada

“Eu acredito é na rapaziada
Que segue em frente e segura o rojão
Eu ponho fé é na fé da moçada
Que não foge da fera e enfrenta o leão.”

A música é de Gonzaguinha e foi lançada em 1980, mas pode ser usada para ilustrar o ano de 2018 da Ponte Preta.
O técnico Eduardo Baptista resolveu dar oportunidades para jovens garotos.
Do goleiro ao Centro Avante todos meninos e nenhum medalhão, como no ano anterior.

Muitos irão dizer que é arriscado (muitos disseram, inclusive cravando o clube ao rebaixamento), mas eu acredito nesses garotos que até aqui mostraram personalidade e souberam segurar o rojão.

Ivan substituiu o goleiro Aranha que é o ídolo mais recente do clube E houve desconfiança de muitos, porém jogo a jogo o promissor goleiro de 20 anos foi mostrando seu valor – como na defesa ao final do jogo contra o Nacional AM válido pela primeira rodada da Copa do Brasil.
Na lateral direita vem Emerson (19) rápido, forte fisicamente e com qualidade, com ele não temos mais a avenida que acontecia em 2017, o promissor lateral vai com habilidade para o ataque e volta com força na defesa.

Jeferson (21) parece que se adaptou a esquerda e vem fazendo o meio de contenção. Apesar de mostrar algumas deficiências técnicas, vejo mais maduro. Eduardo Baptista deverá (e pode) melhorar o jogador que defensivamente faz bem o papel.

Abro o meio campo com o volante Marciel (22) vindo de empréstimo do Corinthians, mostrou-se um baita jogador. Rápido, com dribles curtos (e precisos) e de uma ótima finalização de fora da área – coisa que faltou nos nossos volantes ano passado – cada jogo vem mostrando a importância de sua contratação com grandes atuações.

Léo Arthur (22) ainda muito criticado tem o papel de 10 nesse time e algumas vezes durante o jogo o executa muito bem, porém precisa manter uma constância para não viver de lampejos (eu ainda acredito q seu problema seja psicológico). Felipe Saraiva (19) para mim o jogador mais habilidoso do elenco, com dribles rápidos e ótima finalização – vide o gol contra o Corinthians- ainda prende muito a bola em momentos que o passe é a melhor jogada, me lembrando muito o Clayson que melhorou de forma absurda com Carille. Com um pouco de conversa e paciência tem tudo para despontar neste ano.

E para fechar Felippe Cardoso (19) Centro Avante vindo do Oswaldo Cruz e que agradou na Copa Ipiranga fazendo 5 gols em 4 jogos, subiu para o profissional e rapidamente se tornou titular.
Atacante de bom porte físico, mobilidade e alto. Futuro deste garoto me anima, apesar de 1 gol em 6 jogos ele é participativo, faz bem o pivô e sabe tabelar.

Além dos jovens ainda vejo em Silvinho um papel tático imprescindível, precisa melhor finalização, mas sua entrega em campo impressiona.
Tiago Real vejo o craque deste time, quem assistiu o jogo viu como ele conduz o time, as vezes acaba recuando demais é verdade, mais seus passes precisos vem sendo o diferencial.

Além de tudo isso eu destaco as trocas de passes muito pedidas por nós torcedores – tanto com Eduardo quanto com Kleina, o famoso um-dois, tão usado por outras equipes.
Principalmente o fato de a Ponte propor o jogo, seja fora ou em casa. O time não está mais recuado e só explorando o contra-ataque com chutão e correria, hoje temos jogadas táticas, laterais subindo e dando opção mas voltando rápido e um time compacto.
Gostaria de ver os dois gringos em campo Luís Ali e Mendoza, espero que Eduardo Baptista de mais oportunidades aos dois.

Sim eu tenho críticas principalmente ao fato da equipe sumir no segundo tempo de os jogos e de algumas falhas defensivas, porém acredito nesses meninos, e peço, Nação Pontepretana, Apóie os Pratas da Casa!
Claro que devem ser cobrados, mas acima de tudo saber que mesmo com a pouca idade estão fazendo algo que nao víamos faz tempo.

Saudações Alvinegras
Colaborou, Roverson Clismam

Andre Gonçalves

Ponte Preta desde sempre! Twitter: @andre7goncalves

%d blogueiros gostam disto: