Entrevista com o English League BR

Ficha:

Nome: Arthur Vinícius

Idade: 19 anos

Naturalidade: Belo Horizonte

Twitter: @Arthur_VHM

1 – Desde quando @EnglishLeagueBR existe?

“O @EnglishLeagueBR existe desde o fim de 2011. Nesse tempo, eu fiz o twitter sozinho. Entre 2013 e 2014, o twitter ficou parado. Eu decidi voltar e coloquei na minha cabeça que só poderia voltar se tivesse pessoas pra ajudar. Voltei e aos poucos fui formando uma equipe muito dedicada que hoje ajuda para que o @EnglishLeagueBR seja o único twitter brasileiro capaz de cobrir todos os jogos da Premier League e das principais competições da Inglaterra e da Euro.”

2 – Nesse período o Chelsea já era um time rico e vinha se destacando no cenário nacional. Na temporada 11/12 venceu a Champions não sendo considerado favorito. Vc acompanhou a evolução do time desde a chegada do Abrahmovic? O que você considera como peça chave pra essa evolução (além da grana)?

“Óbvio que a grana é chave do crescimento do Chelsea, mas do que adianta ter dinheiro e não saber como usá-lo? O Chelsea, apesar de alguns erros, conseguiu crescer com uma boa administração. E o crescimento do clube não acontece apenas fora de campo, atualmente é um dos clubes que mais faturam no mundo. Tanto que se o russo for embora amanhã, o clube já tem uma grande estrutura para manter-se lá em cima. Em relação a conquista da UCL 11/12, acompanhei toda a campanha do Chelsea no primeiro ano de UCL no @EnglishLeagueBR e ninguém acreditava nesse título. Um time com técnico interino com alguns jogadores que não rendiam o esperado, porém, contrariando tudo e todos, o time foi avançando, ganhando inclusive no Camp Nou do todo poderoso Barcelona e sendo coroado com o título mais sonhado. O Chelsea já teve times muito melhores do que o de 2012, mas no futebol nem sempre acontece a lógica, a Premier League que o diga haha.”

3 – Essa foi a última vez que um time inglês venceu a Champions. O que vc pensa sobre isso? Acha que há um motivo pra isso estar acontecendo?

“Não existe apenas um motivo e sim vários. A Inglaterra tem a liga mais forte do mundo, mas não tem os 4/5 melhores times do mundo. A Premier League é a liga que mais exige dos times locais, qualquer jogo é difícil. Não é igual na Alemanha e Espanha, que Bayern e Barcelona fazem 5, 6 e ainda conseguem se poupar durante os jogos. Você pega um time da zona de rebaixamento da Premier League, faz 2-0, e o jogo não está ganho. Na Premier League, há muitos times que podem complicar seu time se não o levar a sério, quase todos têm qualidade, e isso acontece por causa da divisão igualitária do dinheiro. Essa dificuldade exige muito do time que briga lá em cima e muitas vezes é aquele que também briga nas competições europeias. Outra questão é a Copa da Liga Inglesa, nenhum outro país que briga por título da UCL (Alemanha, Itália e Espanha), tem uma segunda copa nacional para preencher o seu calendário. E não podemos esquecer também dos jogos de fim de ano. Enquanto as outras ligas nacionais estão de férias, os ingleses não param por causa dos jogos tradicionais que nós adoramos, mas isso também contribui para os times ingleses chegarem em Março/Abril com um cansaço físico maior do que os concorrentes. Nós (brasileiros), damos muito valor para a UEFA Champions League, os ingleses, claro, querem ganhar a competição, mas o torneio nacional pra eles é o que interessa cada dia mais, tanto que a audiência da UCL na Inglaterra vem caindo de forma drástica enquanto a da Premier League só cresce.”

4 – Foi emocionante pra você cobrir esse título do Chelsea? E qual a sensação ao ver os ingleses mal chegando em semis temporada após temporada?

“Essa campanha do Chelsea foi fantástica! Como eu disse anteriormente, era um time desacreditado que chegou ao ponto mais alto que times muito melhores e estrelados não conseguiram chegar. Foi um sofrimento gigante para esse time chegar ao título, desde a virada espetacular contra o Napoli até a final dramática nos pênaltis contra o Bayern. A sensação é horrível, sempre torço para que os ingleses cheguem no ponto mais alto possível, adorava nos tempos que chegamos a ter 3 times nas semifinais na UCL.”

5 – Muito se tem falado da invasão de estrangeiros na PL. Acha que isso implica nas ultimas más exibições da seleção inglesa em torneios importantes?

“Não acho que estejam certos quando associam o fracasso da seleção inglesa à grande presença de estrangeiros na Premier League. Historicamente, a Inglaterra nunca ganhou nada (apenas uma Copa no apito). Não tem nada a ver com a presença dos estrangeiros. Há quem diga que isso atrapalha para que os jovens ingleses consigam chances nos times de ponta, mas acho que pode estar até ajudando, pois hoje acontece um esforço muito maior para conseguirem vaga de titular em um clube grande do que acontecia antigamente. Vejam como a seleção inglesa é promissora e tem vários jogadores nos grandes times da Premier League. São vários jogadores se destacando e derrubando estrangeiros que por um dia tentaram tomar seu lugar.”

6 – Voltando para a Premier League. Após um domínio dos times de Manchester e do Chelsea, o Leicester pode ser a grande surpresa que acabará com essa hegemonia. Acredita que chegarão ao título?

“Eu não vou cravar, mas está forte na briga. Será uma briga dura entre Leicester, Arsenal e Tottenham. É a Premier League dos sonhos pra quem queria algo diferente dos últimos anos (Como eu haha).”

7 – A última”zebra” no campeonato inglês foi o Blackburn em 94/95. Acha que há semelhanças entre esse e o, talvez campeão, Leicester?

“Eu não diria que o Blackburn foi uma completa com vem sendo o Leicester. Teve um investimento forte para chegar ao título da Premier League. Os Foxes são uma completa zebra, ninguém esperava que o time chegasse nas condições de ser campeão do Campeonato Inglês. É praticamente o mesmo time da temporada passada que brigou pelo rebaixamento. Mahrez e Vardy nasceram do nada, a contratação de N’golo Kanté (o motor desse time do Leicester), a melhor fase da carreira de alguns jogadores que ninguém dava nada como Albrighton, Drinkwater e Huth e claro, o grande trabalho do treinador italiano Claudio Ranieri, que era um técnico totalmente desacreditado nos últimos anos. Talvez esses sejam os diferenciais que fizeram o Leicester mudar tanto.”

8 – Grandes jogadores levantaram o título da PL nos últimos anos e agora podem ser Vardy, Mahrez e cia. Porém, um em especial não conseguiu. Acha que se o Gerrard não conquistou uma Premier League, azar da Premier League?

“Azar da Premier League. O Gerrard merecia ganhar um título por tudo que ele representa para o Liverpool e para o futebol inglês. Mas se não ganhou, a culpa não é dele. É do…”

9 – A que se deve essa seca do Liverpool?

“O Liverpool é um time que tem tudo: torcida, estádio, tradição e dinheiro, mas como eu disse sobre o Chelsea, não adianta você ter dinheiro e não ter uma boa administração do mesmo. A direção dos Reds erra demais, são muitos milhões gastos em jogadores medíocres que eu gastaria uma página os citando. Em uma entrevista, o Rodgers disse que o Liverpool só contrata jogadores que “o conselho” aceita, isso dá margem a enormes erros e jogos de empresários, talvez isso explica tantas contratações bizarras que contribuem para que o clube fique nessa seca há tantos anos. Mas parece que o Klopp só aceitou o emprego no clube porque ele seria um “manager” de verdade, ou seja, a tendência é que o Liverpool mude e volte ao topo.”

10- É possível que tenhamos Klopp, Guardiola, Mourinho e Simeone na Premier League na próxima temporada. Quatro dos treinadores mais badalados do mundo. Quão excitante será se isso realmente acontecer? E quais melhorias eles trariam para o campeonato?

“Seria algo sensacional! Isso traria uma competição muito mais intensa que já é, tanto dentro quanto fora de campo. Afinal, são os melhores treinadores do mundo na melhor liga do mundo. A presença desses grandes treinadores atrai grandes jogadores, fora uma disputa tática também muito acima da média. É mais uma atração para a melhor liga do mundo.”

11- O anúncio do Guardiola deixou alguns boquiabertos, mas sua explicação foi sucinta e clara. Acha que treinar o City será o maior desafio do Pep?

“Sem dúvidas. Apesar de ter um caminhão de dinheiro à disposição, o Manchester City é um desafio maior do que Barcelona e Bayern. É um clube em crescimento através do dinheiro do Sheik. Não tem tradição e nem títulos como tem os dois clubes anteriores. Ele ajudará a construir uma parte vencedora na história do Manchester City, objetivando principalmente o título da UEFA Champions League.”

12- Acha que o estilo de jogo do futuro treinador do City terá sucesso em um campeonato conhecido por sua velocidade e intensidade?

“O Guardiola terá que se adaptar à Premier League e a Premier League terá que se adaptar ao Guardiola. Ele será bem-sucedido, mas tudo demanda tempo e paciência. O estilo de jogo dele é baseado no passe e na posse de bola, os jogadores do Manchester City passarão por uma adaptação para jogar dessa maneira, que é diferente do estilo de jogo atual. Esse estilo do Pep é diferente do apresentado na maioria dos times da primeira divisão inglesa, ou seja, haverão momentos em que o City terá que jogar como um time de Premier League, com velocidade e intensidade e terá momentos que jogará como um time de Guardiola, com passe e posse de bola. Acredito que alguns times tentarão mudar um pouco a forma de jogar baseado no que o estilo do Guardiola trará para a competição. O ponto ideal do futebol é uma mistura do estilo do espanhol com o estilo da competição, que é variação de passe, posse de bola, velocidade e intensidade no momento correto. Não só o Guardiola, mas qualquer treinador que conseguir fazer isso na Premier League ou qualquer competição será bem-sucedido.”

13- Sobre as novas cotas de TV: Acha absurdo o valor?

“Como meros trabalhadores brasileiro, nós achamos absurdo os valores praticados no futebol. Dentro do ambiente futebolístico, é um valor apenas justo pelo que representa a Premier League no âmbito do futebol. Sky Sports, BT Sport e as emissoras que transmitem o campeonato pelo mundo não o fazem apenas porque é “a melhor liga do mundo”, e sim pelo retorno financeiro que a competição traz, é a liga com maior audiência e torcedores ao redor do mundo.”

14 – O futebol vive uma fase extremamente capitalista. Jogadores nem tão bons valem uma fortuna. Acha que isso é um problema?

“A medida que o futebol se valoriza, o mesmo acontece com os jogadores. Não é exatamente “um problema”, é sim o ciclo normal das coisas. Assim como quando o salário mínimo aumenta, os produtos e serviços também aumentam. Acontece também no futebol, só que com valores milionários. Uma questão que eu diria que é um problema é a má administração do dinheiro das contratações nos clubes. Se alguém está pagando um valor tão alto por um jogador não tão bom, esse cara é o culpado. Os próprios clubes têm mais dinheiro atualmente e inflacionam o mercado. Se eles estão pagando mais caro, a culpa é deles.”

15 – Porém, os clubes menores estão felizes com as novas cotas. Acha que com o aumento no caixa desses clubes, os ingleses virarão favoritos nas competições europeias (considerando que terão dinheiro pra se reforçarem bem)?

“Favoritos eu diria que não, porque nem os grandes clubes da Premier League estão conseguindo. Não estão nem entre os 4/5 melhores times do mundo. Mas, com uma boa administração do dinheiro, com certeza podem chegar longe. É muito importante a divisão das cotas de maneira correta para a liga como um todo. Se hoje a Premier League é forte como liga, é graças a isso.”

16- Voltando ao Twitter.. Porquê a Premier League?

“Porque ela é a melhor liga do mundo e sempre fui apaixonado por ela. Aos 7 anos, nas manhãs de sábado, eu já acompanhava os Invencibles do Arsenal. Sempre fui um apaixonado pelo campeonato como um todo, me contagiava quando chegavam 3 times nas semis da Champions. A liga toda é fortíssima, você pode acompanhar qualquer jogo que sairá feliz. Desde um clássico até um jogo entre os dois últimos colocados. É um campeonato sem igual.”

17 – O campeonato virou uma religião entre os amantes do futebol europeu. Em qual temporada vc acha que isso começou? E em qual você sentiu isso no aumento do número de seguidores?

“Desde que chegou a transmissão da TV no Brasil, a Premier League vem crescendo dia após dia, e com as redes sociais isso aumentou demais. Eu não sei te dizer quando foi exatamente que pegou. Mas eu sei que pessoas de todas as gerações brasileiras assistem a Premier League, veem tudo o que queriam ver no futebol do país e isso faz a Premier League ganhar cada dia mais fãs no Brasil.”

18 – Tomo mundo quer saber: Pra qual time inglês você torce?

“Eu diria que eu sou apaixonado por todos, eu adoro ver os times ingleses chegando longe nas competições europeias. Eu sempre apreciei os melhores times da liga como Arsenal 2003-04, Manchester United 2007-08, a ascensão do Chelsea, o título do Manchester City de 2012, a vitória do Liverpool na UCL. Hoje eu diria que eu torço para o Tottenham, mas torço para todos. Adoro quando há times pequenos que jogam um bom futebol na Premier League como nos últimos anos tivemos Southampton, Swansea, Stoke e Leicester. É muito legal ver esses times conseguindo chegar a algum lugar, o Leicester pode ser aquele que atingiu o ponto mais alto.”

19 – Acha que pra uma conta ter sucesso no twitter, precisa de que?

“Ser diferente. Quando eu comecei o @EnglishLeagueBR, eu pensei assim: “se for pra fazer, vou fazer do meu jeito”. Na minha opinião, o ideal é informação, opinião, estatísticas diferenciadas e zoação. Ser normal é chato, perfil que só posta gols e informações é o que mais tem por aí. Se o @EnglishLeagueBR hoje é o maior perfil em português focado em Premier League no mundo, é por causa disso, porque é diferente. Eu sempre tentei fazer isso e passar isso para toda a equipe.”

20 – Porque a Premier League é a melhor liga do mundo?

“Eu poderia escrever um livro para te dizer porque a Premier League é a melhor liga do mundo, mas vamos falar como um telespectador e amante do futebol. Quando você senta na frente da TV, você quer ver o que? Um futebol contagiante, com grandes jogadores, grandes jogos, estádios lotados, gramados perfeitos, e a Premier League é a única liga do mundo capaz de ter tudo isso em qualquer partida.”


E não esqueça!! Se quiser ficar entendido e antenado sobre tudo que acontece na melhor liga do mundo, siga no twitter o @EnglishLeagueBR

Lucas Tinoco

20 anos, baiano e aspirante a jornalista esportivo. Fanático por esportes em geral, principalmente futebol. Adepto das ligas europeias e do futebol alternativo. Líder do Editorial de Futebol Internacional do HTE Sports.

%d blogueiros gostam disto: