RETROSPECTIVA – Os fatos que marcaram 2016 através das emissoras esportivas

Band

Conhecida por ser a pioneira do esporte na TV aberta, o 2016 do canal do grupo bandeirantes não foi nada animador. A começar pela não exibição de alguns campeonatos estaduais no início do ano, por conta de problemas financeiros que a emissora do Morumbi vinha enfrentando. O mesmo se deu com a não exibição do campeonato brasileiro desse ano; notícia essa que pegou muitos de surpresa, já que a emissora sempre fazia boas transmissões nas partidas em que exibia pelo campeonato nacional.

O que restou ao canal, foi a transmissão dos eventos com quem já tinha contrato, como foi o caso da Champions League que é sub-licenciada pela globo, Olimpíadas e a Eurocopa, que conseguiram aqueles pontinhos a mais no Ibope, partindo do esporte. A novidade ficou para o fim do ano, com as transmissões do campeonato brasileiro de Handebol.

As saídas de vários comentaristas esportivos, como Djalminha, Pedrinho e recentemente Edmundo, que foi para o Fox Sports, acabaram influenciando na queda de audiência na emissora

Já o Band Sports segue no mesmo caminho. Campeonatos pouco tradicionais entre os torcedores, e eventos que servem para completar a grade do canal. Atualmente, a emissora transmite a segunda divisão do Campeonato Italiano, o campeonato chinês, e recentemente passou a transmitir o campeonato colombiano, que vem crescendo por ter times tradicionais, e de conhecimento dos torcedores brasileiros.

Esporte Interativo

O ano de 2016 foi tido por muitas surpresas e confusões na imprensa esportiva. A compra da marca Esporte Interativo, pela empresa americana Turner, alavancou os índices de concorrência do canal, que assumiu os direitos de transmissão da UEFA Champions League, desde a temporada 15/16 até 18/19, fazendo com que os concorrentes, ESPN e Fox Sports, ficassem a mercê da emissora, esperando algum compartilhamento dos jogos de menor expressão do torneio europeu.

Além disso, outra notícia bombástica nos bastidores, foi o contrato com diversos clubes brasileiros, para que seus jogos do campeonato nacional, fossem transmitidos pelo EI a partir de 2019. Clubes como Santos, Atlético/PR, Bahia e recentemente o Palmeiras, acertaram com a emissora, e se dizem satisfeitos. A jogada do Esporte Interativo, se refere à retirar o monopólio que a rede globo possuía até então.

Atualmente a emissora transmite a Copa do Nordeste, Copa Verde, séries C e D do campeonato brasileiro, além da grande cobertura na Liga dos Campeões e Liga Europa.

A novidade de 2016, veio com o retorno do campeonato português, para preencher o espaço que faltava nos fins de semana no canal. Em 2017, o canal começa a transmitir o Campeonato Argentino, junto ao Fox Sports. Campeonato que já teve transmissão do próprio EI, e que agora volta com força a grade de programação.

ESPN

Com a perda da Champions League para o Esporte Interativo, a prioridade dos canais ESPN, voltou a ser a transmissão dos principais campeonatos europeus. Em 2016, a emissora transmitiu com exclusividade até o momento, todos os jogos da Premier League, além do campeonato espanhol, alemão, italiano e francês.

A principal notícia para os fãs de esportes americanos, foi o anúncio das rodadas duplas da NBA, nas quartas e sextas-feira, mais transmissões no fim de semana, e a exclusividade das finais do maior basquete do mundo. Além disso, a ESPN continua trazendo as emoções dos tradicionais esportes americanos, voltando para a NFL, NHL, MLB e a Major League Soccer, que a cada ano que passa, vem formando mais admiradores ao redor do mundo.

Fox Sports

A perda do sublicenciamento da Premier League, fez com que o grupo Fox perdesse uma de suas principais atrações no fim de semana. A partir de então, o grupo passou a investir na exibição de alguns campeonatos europeus, além dos campeonatos sul-americanos, que sempre rendem boa audiência ao canal.

A perda de seis componentes que faziam parte da equipe esportiva da Fox, no acidente que envolveu o avião da Chapecoense, de certa forma, aumentaram os números de audiência no canal esportivo. Em 2017, com o novo modelo da libertadores, a emissora promete ainda mais na sua cobertura, transmitindo as partidas da competição sulamericana desde janeiro nas fases preliminares, até a grande final, a ser realizada em novembro.

Atualmente o Fox Sports transmite na Europa os campeonatos espanhol, italiano e alemão, escocês e belga. Na América do Sul, a emissora é detentora de todos os jogos da libertadores e da copa sul-americana, repassando alguns jogos para a rede Globo e o SporTV.

SporTV

Sempre trazendo novidade em seus canais, o ano de 2016 foi primordial para a emissora da Globosat. A grande cobertura da Eurocopa, com narradores, comentaristas e grande equipe esportiva enviada á França, o SporTV transmitiu todas as partidas do campeonato europeu, trazendo grande audiência durante a competição. Outra grande cobertura, ficou por conta da transmissão das Olímpiadas, onde conseguiu o feito de colocar 16 canais no ar, sendo o SporTV 1, 24 horas no ar, durante todos os dias do evento esportivo. O canal conseguiu trazer á casa de seu telespectador, modalidades antes não muito acompanhadas pelo público esportivo, como o Badminton, Pólo aquático, Tênis de mesa, dentre outros.

Além disso, o SporTV transmitiu em 2016 várias modalidades esportivas, fazendo com que o seu slogan do “canal campeão”, faça prova dos altos valores que são investidos para a transmissão do esporte nacional e internacional para o seu telespectador.

Rafik Oliveira

Amante de várias modalidades esportivas, trago á tona diversos temas que abordam o cenário nacional, sempre com uma visão diferenciada para cada tipo de situação.

%d blogueiros gostam disto: